Dicas de Instalação

 

  • O QUE É NECESSÁRIO PARA INSTALAR UM AR-CONDICIONADO SPLIT? +

    - Cálculo de carga térmica do ambiente
    - Croqui de instalação
    - Medir distâncias entre a unidade condensadora (unidade externa) e evaporadora (unidade interna), verificando a quantidade de tubo de cobre, isolante de tubo, cabo PP e tubo de dreno.
    - Ponto de alimentação do equipamento (220V)
    - Hidráulica (drenagem da água)

  • CUIDADOS QUE DEVEM SER TOMADOS AO INSTALAR A UNIDADE EXTERNA +


    - Não instalar ao lado oeste
    - Não instalar próximo a fontes de calor, exaustores ou gases inflamáveis
    - Não instalar em locais com ventos predominantes ou expostos a poeira
    - Não instalar em locais sujeitos a chuvas fortes
    - Não instalar em locais com umidade, irregulares ou desnivelados
    - Não instalar em locais isolados do ambiente externo
    - Não instalar com distância e desnível maior que a capacidade da máquina permite

  • ITENS NECESSÁRIOS PARA INSTALAÇÃO +

    INSTRUMENTOS
    • Multímetro – Alicate;
    • Amperímetro;
    • Termômetro Digital (5 pontas);
    • Paquímetro;
    • Vacuômetro Digital;
    • Conjunto de manômetros (Alta e Baixa) – R22 e R410A

    FERRAMENTAS
    • Alicate Universal
    • Alicate de Corte
    • Alicate de Bico
    • Alicate de Crimpagem
    • Conjunto de Chave Allen (mm e pol)
    • Conjunto de Chave de Fenda
    • Conjunto de Chave Phillips
    • Chave Inglesa de 8” e 10”
    • Conjunto de Curvadores
    • Kit Flangeador
    • Trena, estilete, etc...
    • Chave de Fenda
    • Chave Phillips
    • Nível Bolha

    EQUIPAMENTOS
    • Bomba de Vácuo (Duplo Estágio)
    • Recolhedora de Fluído Rerigerante
    • Cilindro de Recolhimento
    • Balança de Carga de Gás
    • Massarico Oxigênio/Acetileno
    • Serra Copo
    • Furadeira de Impacto
    • Escada 5 ou 7 degraus
    • Andaime
    • Óculos de proteção

    CONSUMÍVEIS
    • Tubo de Cobre Flexível (1/4”, ½”, 3/8”)
    • Isolamento Blindado (1/4”, ½”, 3/8”)
    • Nitrogênio (Teste de Vazamento)
    • Fita
    • Cabo PP 1,5 mm (5 vias)
    • Cabo PP 2,5 mm (5 vias)
    • Terminal tipo Garfo
    • Terminal tipo Agulha
    • Anilha
    • Fita Isolante
    • Fita de Vinil
    • Suporte para Condensadora (unidade externa)
    • Coxim para Condensadora (unidade externa)
    • Suporte para Evaporadora (unidade interna)
    • Buchas e Parafusos
    • Tubo
    • Cabo PP 3x1 e 5x1
    • Sabão liquído/Detergente
    • Eletroldo
    • Máquina de Solda Acetileno/Oxigênio

  • POSICIONAMENTO CORRETO DA UNIDADE INTERNA (EVAPORADORA) +

    O posicionamento correto da unidade interna é fundamental para ocorrer uma boa distribuição do ar refrigerado no ambiente. Na imagem abaixo esta ilustrado o correto posicionamento da evaporadora em uma sala.
    Posicionamento correto da unidade interna

    DISTÂNCIAS MÍNIMAS NECESSÁRIAS
    Distâncias mínimas

    FURAÇÃO CORRETA PARA A PASSAGEM DO DRENO: Para evitar entrada de água em um dia chuvoso para o ambiente interno e permitir um bom fluxo do dreno, é necessário efetuar a perfuração com uma inclinação entre 5 e 10 mm conforme ilustração abaixo:
    Efetuar a perfuração com uma inclinação entre 5 e 10 mm

    FIXAÇÃO DA UNIDADE EXTERNA:

    INSTALAÇÃO CORRETA PARA VÁRIAS UNIDADES EXTERNAS (CONDENSADORA):

    IMPORTÂNCIA DA QUALIDADE DO ISOLAMENTO TÉRMICO: O isolante térmico flexível de espuma elastomérica é destinado para o sistema climatização. No sistema de ar condicionado tipo split a aplicação do isolante térmico flexível, impede alguns inconvenientes como: ganho de calor nos tubos de cobre e condensação (sudação) gerando melhor rendimento e economia de energia (ideal isolante blindado).

    CUIDADOS: - Não estrangular o isolante térmico
    - Entre a união de duas barras devera juntar as extremidades cola para isolante ou fita (evita sudação e dilatação)
    - Evite forçar isolante térmico que pode arrebentar (coloque e gire o isolante térmico)
    - Evite o isolante térmico exposto diretamente os raios solares (ao passar tempo fica ressecado e quebradiço).
    - Existem isolantes térmicos mais resistentes (como o isolamento blindado) contra algumas intempéries (poeira, cal, cimento, gesso, rios UV e outros)

  • TESTES DE VAZAMENTO +

    DETECÇÃO DE VAZAMENTO: - Pressurização em infra existente
    - Audição
    - Sabão liquido e água (detergente)
    - Detector eletrônico (sniffer)
    - Liquido de contraste
    - Manchas de óleo no sistema
    - Vácuo (aumento da pressão)

  • ERROS COMUNS OCASIONADOS POR UMA MÁ INSTALAÇÃO +

    - Não realização do cálculo de carga térmica;
    - Instalação das unidades interna e externa em posições, condições e ambientes não favoráveis a um bom funcionamento;
    - Falta de habilidade na instalação ocasionando estrangulamento na tubulação, vazamento na flange e conexões,etc.;
    - Não realização de vácuo (umidade na tubulação e equipamento);
    - Não realização de cálculos de rendimento;
    - Purga ou carga de fluído desnecessários;
    - Não conexão do cabo de comunicação entre a unidade interna e externa.

Newsletter
CADASTRE-SE E RECEBA OFERTAS EXCLUSIVAS:

Comparador de Produtos

Comparar